MOSTRAR MAIS...
30 de Março de 2018

SMART FACTORY: O POTENCIAL DA INTERNET INDUSTRIAL DAS COISAS (IIOT OU INDUSTRIAL INTERNET OF THINGS) PARA O FABRICANTE MODERNO

A Internet Industrial das Coisas (IIoT) é possivelmente o tópico mais comentado acerca de automação industrial de ponta, e tecnologias que envolvem a IIoT começaram a impactar o modo de operação fabril. Por esse motivo, é essencial reconhecer como tecnologias IIoT estão sendo implementadas em fábricas (transformando-as em fábricas inteligentes), a fim de preparar o seu negócio para o futuro. O seguinte artigo destaca as três principais capacidades de uma fábrica inteligente, cuja plataforma é a Internet Industrial das Coisas: monitoramento remoto, manutenção preditiva e otimização de processo. 



O que é uma fábrica inteligente? 

Fábricas inteligentes constituem uma parte importante da IIoT. O termo IIoT descreve a tecnologia que conecta objetos especificamente no âmbito da indústria (componentes industriais) à Internet. Essa tecnologia origina redes industriais inteligentes, da mesma forma que a IoT (Internet das Coisas) origina uma rede inteligente fora da indústria, conectando, por exemplo, os moradores de uma residência inteligente a praticamente qualquer dispositivo controlável (luzes, refrigerador, portão, entre outros), de maneira que permita o acesso remoto a qualquer informação ou configuração desses dispositivos conectados via smartphone. 

De maneira similar, uma fábrica inteligente permite aos gerentes da planta o acesso remoto a máquinas conectadas via wireless, e consequentemente, a qualquer dado relacionado à operação de tais máquinas. A disponibilidade de dados de operação é parte da essência da IIoT, pois possibilita o levantamento de dados mais significativos, que refletem diretamente a eficiência de produção da planta, possibilitando também um plano de manutenção 100% preditiva de máquinas. 

As Principais Competências de Fábricas Inteligentes 
As três principais competências de uma fábrica inteligente são o monitoramento remoto, a manutenção preditiva e a otimização de processos. A seguir, alguns exemplos práticos de cada uma dessas competências atuando em fábricas inteligentes. 

Monitoramento remoto 

A visibilidade de status operacional dos componentes de máquina (histórico e em tempo real) possibilita aos gerentes da planta o monitoramento e diagnóstico remoto dos sistemas de forma rápida, assim como identificar e resolver problemas antes que causem grande impacto na disponibilidade e produtividade da máquina. 

Torres de luz com comunicação wireless, por exemplo, possibilitam aos operadores o monitoramento remoto da performance de máquinas sem o custo e os incômodos intrínsecos a grandes extensões de cabeamento. As luzes indicam visualmente o status da máquina, ao passo que atualizações de status são transmitidas através de uma rede wireless segura a um dispositivo remoto, desencadeando alguma ação programada ou emitindo algum alerta a estações de trabalho. 

Os dados arquivados por esses dispositivos também podem ser usados para o cálculo da OEE (Overall Equipment Effectiveness ou Eficiência Geral do Equipamento). Consequentemente, a utilidade desse sistema não se limita apenas a respostas rápidas a problemas que ocorrem em tempo real. Os dados expostos em tempo real podem ser armazenados e, em conjunto com o histórico de alertas, construir log diretamente relacionadas ao histórico de produção, que contém informações como tempo de máquina efetivamente operando, volume de produção, número de partes rejeitadas, entre outras informações cruciais. 

Manutenção preditiva 

A análise preditiva oferece um plano de manutenção de máquina mais assertivo, que reduz o tempo de máquina parada, aumenta o intervalo entre falhas e reduz os custos de manutenção preventiva desnecessária, assim como o estoque de peças reserva. 

Com um plano de manutenção preditiva de máquina, todas as ações do plano podem ser baseadas nos dados históricos, em conjunto com as informações exibidas em tempo real. Por exemplo, sensores de vibração e temperatura, como o QM42VT da Banner, podem detectar em uma máquina sinais de desalinhamento, peças soltas ou com desgaste. O sensor wireless transmite essa informação a um controlador wireless, que garante acesso imediato aos dados coletados, com capacidade também de emitir alertas configuráveis para diversas situações e armazenar os dados para análise de longo termo. 

Ao monitorar o aumento de vibração e temperatura de componentes de máquina em tempo real, problemas podem ser detectados e resolvidos antes que se tornem críticos, resultando em uma parada de máquina indesejada ou causando danos adicionais à máquina. Os dados coletados ao longo do tempo permitem a criação de um log de performance da máquina, que orienta as decisões de manutenção. 

Otimização de processos 

A interconectividade proporcionada pela tecnologia IIoT habilita uma comunicação plena entre máquinas, componentes e pessoas. Isso permite a otimização de processos baseada em dados reais, aumentando a eficiência e produtividade. 

Por exemplo, um sistema de notificação wireless pode ser utilizado para emitir alertas a técnicos e gerentes, solicitando presença em determinado ponto da planta. Isso reduz a necessidade da verificação constante de cada linha de produção e elimina a necessidade de deslocamento de técnicos para alertar sobre o problema, resultando em uma alocação mais eficiente de funcionários e agilizando a correção de problemas. 

Um sistema como esse poderia funcionar da seguinte maneira: um operador pressiona um botão ou aciona uma chave qualquer para emitir um alerta, solicitando assistência na linha de produção. Uma torre de luz conectada à saída do gateway indicaria então qual linha de produção originou o alerta e a quem o alerta é destinado, por meio de cores atribuídas (exemplo: vermelho demanda a presença do gerente e amarelo demanda a presença de um técnico). 

Ao utilizar uma rede de dispositivos wireless para propagar informações, técnicos, gerentes e operadores podem gerenciar utilizar o seu tempo de maneira mais eficiente e produtiva. Ao mesmo tempo, a rede wireless também pode ser utilizada em soluções pick-to-light (pokayoke) e call for parts. 

Conclusão 

Em suma, os benefícios oferecidos pela IIoT indicam que essas tecnologias não se resumem a investimentos de curto prazo ou soluções de problemas imediatos, mas representam a melhoria contínua ao fornecer às empresas a capacidade de solucionar problemas ao tempo que surgem, acumulando o valor do investimento ao longo do tempo.

by Fritz Cleveland on January 30, 2017